Onde o Oceano encontra o Céu

Não me olhes assim.

Nós nos encontraremos de novo, onde o Oceano encontra o Céu, onde estrelas de diamante líquido permeiam a nossa volta, onde pequenas ondas lambem nossos pés como labaredas salgadas.

Não me olhes assim com esses teus olhos verdes suplicantes como se essa fosse a primeira e última vez.

Nós nos encontraremos de novo, onde tua tez cintila tão prateada quanto Selene, Crescente no firmamento, onde a bruma oculta esse teu sorriso lacônico e te torna ainda mais indecifrável.

Não me olhes assim, senão acabo cedendo e ficando um pouco mais, mas, quando eu for, não te esqueças: nós nos encontraremos de novo.

Onde o Oceano encontra o Céu.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Onde o Oceano encontra o Céu

Diga que está uma merda, mas diga algo:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s